O ano de vestibular é sempre um ano complicado. Mais difícil ainda quando se decide por Medicina, por ser um curso de alta concorrência e visto muitas vezes como algo muito distante. Às vezes, procurar cursos mais fáceis parece ser a melhor saída num primeiro momento. Foi isso que eu fiz em 2012: cursei o terceiro ano do Ensino Médio junto com o curso Ponto de Apoio e decidi desistir desse sonho por um comodismo e passei assim dois anos da minha vida na cidade, na faculdade e curso errados. Quando decidi retornar ao curso nesse ano de 2015, tendo esquecido a maior parte das matérias do ensino médio, foi que a turma de Medicina entrou na minha vida com o apoio de todos os professores e colegas de classe - fundamentais nesse processo. No final, depois de noites mal dormidas e horas muito exaustivas, olhar seu nome entre os aprovados dá uma enorme sensação de dever cumprido! E só tenho a agradecer o curso e toda a equipe por todo o apoio! Muito obrigada.

Vitória Freitas

2016-04-08T19:32:15+00:00

Vitória Freitas

Vitq